A nova jornada digital do paciente: como adaptar seu Hospital com auxílio da tecnologia

Com a globalização e a possibilidade de maior comunicação entre as pessoas, um conceito que antes pertencia mais às empresas de tecnologia atingiu outros segmentos. Estamos falando do conceito de experiência do cliente (ou experiência do usuário). 

Hoje, empresas diversas se preocupam ainda mais com essa experiência. Isso vale também para a área da saúde. Atualmente, a jornada digital do paciente é uma das preocupações dos hospitais, clínicas e operadoras de saúde. 

Especialmente ocasionada pelo crescimento do uso das inovações tecnológicas na área, decorrente da pandemia do covid-19, que trouxe a necessidade do atendimento digital, os hospitais começaram a dar mais atenção ao modo como as consultas eram oferecidas, a fim de tornar o atendimento mais humanizado. 

A nova jornada digital do paciente

Apesar de parecer, a discussão do uso do digital na medicina não é de hoje. É fato que, as ferramentas de atendimento online, como a telemedicina, passaram a ser utilizadas por conta da pandemia do novo coronavírus. No entanto, a discussão quanto a jornada digital do paciente já ocorre há alguns anos. 

Apesar das discussões a respeito do atendimento online, a jornada do paciente anteriormente era totalmente voltada para o atendimento presencial. Assim, depois da experiência iniciada em 2020, os hospitais precisam começar a pensar na experiência digital dos pacientes. 

Mas por onde começar?

A primeira coisa a se levar em consideração são as pesquisas sobre o comportamento social em relação aos serviços online. A Accenture elaborou uma pesquisa nesse sentido, como resultado obteve que 77% dos pacientes consideram importante poder marcar, desmarcar, remarcar e até mesmo cancelar consultas online. 

Dessa forma, pode-se observar que é indispensável que os hospitais se adaptem às novas tecnologias para oferecer esse tipo de serviço online. Mas não é só isso! 

É importante pensar em toda a jornada do paciente nesse ambiente digitalizado. Assim, além de oferecer o agendamento online, os hospitais devem investir em outras inovações.

Vejamos no tópico seguinte algumas delas. 

Como adaptar seu Hospital para essa jornada?

Um exemplo importante para que você entenda melhor como um hospital pode adaptar a jornada digital do paciente é o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP)

Além de possibilitar a realização de diagnóstico por imagem, as tecnologias do hospital digitalizam todos os pontos de contato que um paciente tem com a instituição. Para o hospital, que já implementou essas novas tecnologias, a jornada digital do paciente faz parte da estratégia de digitalização completa do hospital.  

Algumas maneiras começar essa transformação digital em hospitais são: 

  1. Agendamento online 

O primeiro tópico já foi falado, mas para reforçar a ideia, o motivo de utilizar o agendamento online na jornada digital do paciente acontece por uma razão: os pacientes, de maneira geral, não gostam de pegar filas. Assim a possibilidade de fazer um atendimento online e não pegar filas é gigantesca. 

  1. Inteligência artificial

Optar por ferramentas que contam com Inteligência Artificial (IA), especialmente as que otimizam a etapa de agendamentos, é uma tendência que irá facilitar muito, tanto para o hospital como para o paciente. 

  1. Machine Learning 

Uma outra tecnologia que é queridinha de quem gosta de inovação é o Machine Learning, isto é, o aprendizado de máquinas. Alguns sistemas de hospitais conseguem compreender por voz a solicitação do paciente, e não é preciso dar muitos detalhes quando se busca por algo. 

  1. Adote um sistema para teleconsultas

Como falamos, com a pandemia, as teleconsultas passaram a ser cada vez mais utilizadas. Desse modo, contar com um sistema que ofereça um bom serviço de teleconsulta é essencial. 

Como gerenciar seu Hospital online?

Por falar em um bom sistema de teleconsulta, o sistema de gestão Ottox conta com funcionalidades que atendem com excelência a necessidade de telemedicina. 

Além disso, conta com o Prontuário Eletrônico de Pacientes (PEP), que contribui com a troca completa de informações entre hospitais. Isso tudo sem contar com a possibilidade de fazer toda a sua gestão hospitalar dentro do sistema, desde a gestão financeira, até a gestão dos planos de saúde. 

Conheça mais o sistema de gestão hospitalar da Otto Hx! Compartilhe esse artigo em suas redes sociais que contribua com a transformação tecnológica e criação da jornada digital dos pacientes nos hospitais brasileiros. 

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Falar Agora
Precisa de Ajuda?
Olá, podemos te ajudar ?
Scroll To Top